Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
03 de novembro de 2010 08:33

A Wagner o que é de Wagner. A Caetano o que é de Caetano.

Por Carlos Santos

Quatro de outubro. Depois de um sem-número de caminhadas, carreatas, comícios, bandeiraços, reuniões, cafés da manha, comitê, bandeira, santinho e tudo o mais que cerca uma eleição, chegamos ao “Day After”.

E com as urnas apuradas, vamos ler o que elas dizem. Analisando o cenário do Estado da Bahia, Wagner é o grande vitorioso. Ao contrário de 2004, quando surpreendeu e ganhou do primeiro turno, a impressão que deixou era de ter derrotado um sistema já cansado e ultrapassado que era o carlismo. Agora em 2010 o recado foi outro e muito claro: Wagner é o cara da Bahia! Eleito no primeiro turno, mais de três milhões de votos de frente. Os dois senadores, sendo duas estréias: Pinheiro, o primeiro senador petista Baiano e Lídice, a primeira mulher senadora destas bandas. Mais de dois milhões de voto de frente cada um dos eleitos. Dilma vencendo bem em nosso Estado a corrida presidencial. A coligação elegendo a maioria dos deputados federais e estaduais, seja diretamente do PT ou da coligação que o apoiava. Barba, cabelo, bigode e cavanhaque. Falta aparar a costeleta, mas esta ficará para dia 31 de outubro, no segundo turno das eleições presidenciais, quando elegeremos Dilma a primeira Presidente do Brasil.

Caetano, por sua vez, conseguiu emplacar dois deputados estaduais, Bira Coroa e Luiza Maia, a mulher mais votada da Bahia, e quatro federais: Pelegrino, Afonso, Valmir Assunção e a surpresa Josias Gomes. O prefeito sai vitorioso deste pleito.

Falando em prefeito, falamos logo de sucessão e ela já começou. Ao caminhar pela cidade, nos deparamos com diversos ?outdoors? saudando os aniversariantes. Cupertino, Lopes e Cléber, no melhor estilo ?quem não aparece não é lembrado?. Fato curioso, na via parafuso o de Cupertino está praticamente em frente ao de Cléber, e pelas fotos colocadas, parecem travar um diálogo. E vem mais por aí. A ?lista de aniversariantes? é grande… E essa coisa da cara no outdoor parece que virou mania na nossa cidade. Não sei se por conta do aumento da renda, ou queda do dólar, o certo é que o espaço, antes freqüentado por artistas, agora virou lugar comum para todo tipo de manifestação. É gente que fez a obrigação e passou no exame da ordem, é gente distribuindo brinquedos, foto de formando que não pagou a festa de formatura; entre outros que agora não me vêem à memória. Vamos aguardar as próximas placas.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*