Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
02 de setembro de 2010 16:10

Camaçari respira rock and roll neste fim de semana

Bar da Kássia será o palco para o cenário alternativo de Camaçari

Por Marcos Elder

Camaçari neste fim de semana vai respirar Rock and Roll com as bandas The Pivos, Ultrasônica, Charlie chapli, Venice, Opus Incertum e Derrube o Muro.

O Camaçari Diário conversou com Marcelo Figueiredo, baixista da banda garage com influencias de punk rock, The Pivos, que conta com Bogus na bateria, e Ítalo na guitarra e vocal.

Camaçari Diário – Marcelo, como você avalia o cenário do Rock em Camaçari?

Marcelo Camaçari hoje se tornou roteiro fixo para o cenário do rock independente do Brasil. Por aqui passaram bandas de diversos estados do Brasil. Como as bandas Fluid, Rock Rocket e Gigante Animal de São Paulo, Radio de Outono e Julia Says de Recife, Snooze de Sergipe, e a Camarones Orquestra Guitarrística do Rio Grande do Norte. Nos últimos cinco anos o movimento rock and roll vem passando por uma etapa mais avançada de profissionalização, também em virtude da consolidação da Cooperarock. 

Bandas como The Pivos e Clube de Patifes vem ganhando notoriedade cada vez mais significativa no espaço cultural da Bahia e do Nordeste, tendo a primeira inclusive ganhado destaque no Caderno Cultural do jornal A Tarde.  

Vale destacar que temos uma gama diversificada de bandas em nossa cidade, como também em Dias DÁvila, onde fechamos importantes parcerias para manter viva a chama de uma cena alternativa em nossa cidade.

Camaçari Diário – O que precisa ser feito para melhorar ainda mais este cenário alternativo?

Marcelo Apesar dos esforços empreendidos por todos que participamos direta e indiretamente da cena cultural alternativa da cidade, diversos obstáculos ainda existem. Primeiramente não conseguimos entender como Camaçari, uma cidade onde convergem importantes fluxos tanto econômicos quanto de pessoas, ainda não tem um importante festival voltado para um estilo universal, ouvido no mundo inteiro, como o Rock. Os empresários da cidade estão condicionados a apoiar eventos de um único segmento. Não conseguimos saber onde está a visão empreendedora.  Da mesma maneira, o setor público também não abraça os projetos de modo eficaz.

É preciso fortalecer a cena alternativa no município, pois podemos ter em nossa cidade o maior festival de Rock do Nordeste, referência inclusive para o Brasil.  Muita gente hoje no mundo inteiro conhece a Pitty, mas pouquíssima gente sabe que essa mesma Pitty tocou diversas vezes aqui em Camaçari com sua antiga banda “Inkoma” no final da década de 90.

Camaçari Diário – Quando vocês farão o próximo show?

MarceloBom, no dia 5 de setembro teremos o quarta edição do Metropolitan Rock. Em setembro temos dois eventos importantes para fazer em Salvador e Feira de Santana. No mês de outubro estaremos tocando em Salvador num dos mais importantes festivais independentes da Bahia, o Big Bands. Em novembro estaremos em turnê por cinco cidades do estado da Bahia com uma banda de Sergipe. Em dezembro estaremos fazendo o Circuito Amplificado Alternativo, evento gratuito realizado no bairro da Gleba A, durante todos os finais de semana de dezembro.

Camaçari Diário – E quando sai o CD da banda The Pivos?

Marcelo –  Estamos tentando gravar um EP para sair ainda este ano. Por enquanto estamos com um Single virtual que teve uma aceitação significativa , disponível na revista virtual verbo 21.

E quem quiser curtir o cenário alternativo de Camaçari, o endereço é: Bar da Kassia, Avenida Radial C (em frente ao Tiro de Guerra), a partir das 15h. Ingressos R$ 7,00 individual e R$ 10,00 a casadinha.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*