Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
28 de setembro de 2010 22:32

Desfile cívico atrai multidão ao centro de Camaçari

50 mil pessoas se espalharam ao longo dos dois quilômetros de trajeto.

Por Editor
 
Foto: Ascom/PMC – Agnaldo Silva  

O desfile cívico em comemoração aos 252 anos de emancipação política de Camaçari, lotou a avenida 28 de Setembro, na manhã da terça-feira (28/09). Mesmo sob um calor intenso, seguida de uma breve pancada de chuva, famílias inteiras compareceram ao evento.

Segundo a estimativa da Coordenação de Eventos, mais de 50 mil pessoas se espalharam ao longo dos dois quilômetros de trajeto. Autoridades municipais, lideranças políticas, comerciantes, crianças, adultos prestigiaram o desfile, que durou cerca de cinco horas.

Com o intuito de oferecer mais comodidade, neste ano a população contou com arquibancadas com capacidade para 800 pessoas. Além disso, foram instalados dois mil metros de grades de proteção, com objetivo de organizar a festa e promover mais segurança ao público.

Com o tema principal, “Eu faço escola conhecendo o meu mundo”, aproximadamente quatro mil alunos, de 20 instituições da rede pública municipal de ensino, além dos professores, promoveram momentos de magia, através de um espetáculo envolvendo criatividade e informações.

Passagens da história de Camaçari e do Brasil foram contadas diversas alas, por meio da caracterização de personagens. Aspectos culturais, miscigenação, formação da civilização brasileira, tecnologia, esporte, arte, música, leitura, folclore, acessibilidade, preservação do meio ambiente, expansão comercial e industrial da cidade, também foram temas abordados.

O destaque para este ano ficou por conta da Escola Helena Celestino de Magalhães, localizada no bairro Gravatá. Com o subtema Conhecendo meu mundo educo e resgato valores com arte e musicalidade, trouxe um grupo de alunos que realizaram passos de dança contemporânea, além do aluno Sidney Santos que, caracterizado do cantor Michael Jackson, levantou a platéia.

Para o cadeirante Clóvis Santana Souza, morador do bairro Alto da Cruz, vale a pena assistir ao evento. “Todos os anos eu venho porque acho muito bonita a festa e a alegria dos alunos durante o desfile”, explica.

De acordo com Maria Lobo, que veio do estado do Pará junto com o filho e o marido há dois anos, o evento é contagiante. “Vim ano passado e estou impressionada como está ainda melhor neste ano. Não nasci aqui, mas sinto orgulho de Camaçari”, revelou.

Durante o desfile, foram feitas homenagens póstumas à professora Creuza Menezes e à agente de endemias, Maria das Dores Teixeira, em reconhecimento aos trabalhos desenvolvidos com a população do Município.

ABERTURA

 
Foto: Ascom/PMC – Agnaldo Silva  

A cerimônia de abertura do desfile foi realizada pelo prefeito Luiz Caetano, às 9h30, com o hasteamento das bandeiras do Brasil, da Bahia e de Camaçari, ao som dos hinos Nacional, executado pela Banda da 6ª Região do Exército, e de Camaçari, tocado pela Filarmônica 28 de Setembro. Participaram também os Desbravadores e os soldados do Tiro de Guerra.

Em seguida, a Banda da Polícia Militar e uma guarnição da Ronda Ostensiva Tática Especial em Motocicleta (ROTEM), fizeram demonstrações para o público.

Logo após, desfilaram o pelotão da Defesa Civil, Fiscalização Integrada, idosos do Conviver, do Centro Social Urbano (CSU), aposentados e pensionistas do Instituto de Seguridade do Servidor (ISSM) e integrantes da Loja Maçônica de Camaçari.

A Bamuca (Banda Municipal de Camaçari), e as fanfarras Fanesva (Vila de Abrantes), Fanesc (Camaçari), Fanesp (Parafuso), entre outras, também se apresentaram durante o desfile.

A festa foi encerrada com a participação de equipes de servidores de diversas secretarias municipais, dentre elas, da Administração (Secad), da Saúde (Sesau), da Educação (Seduc) e do Esporte e Lazer (Sedel), além de grupos religiosos.

Fonte texto: Ascom/PMC

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*