Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
16 de novembro de 2010 10:54

Segurança para a Copa de 2014 é destaque em evento de Israel

15ª Conferência Internacional de Segurança Pública, realizada em Tel Aviv.

Por Editor

Autoridades, especialistas e empresários da área de Segurança de diversos países presentes à 15ª Conferência Internacional de Segurança Pública, realizada em Tel Aviv, Israel, elegeram o painel “Desafios da Segurança Pública no Brasil para os anos 2014 e 2016”, como um dos mais significativos do evento.

O delegado-geral da Polícia Civil da Bahia, Joselito Bispo da Silva, e o coronel PM Alfredo Ramos, responsável pela Coordenadoria de Missões Especiais (CME), apresentaram os preparativos da Bahia para abrigar a Copa do Mundo em 2014.

Em sua apresentação, o delegado-geral lembrou que o Governo do Estado está tratando o evento esportivo, o maior do gênero no planeta, como impulsionador de um novo ciclo de desenvolvimento econômico da Bahia, no qual o aperfeiçoamento do sistema de segurança pública terá um capítulo especial.

Aprimoramento – “O nosso foco irá além do atendimento às necessidades inerentes a um evento de grande porte como este. Vamos aprimorar nossos sistemas de segurança visando oferecer, de forma sustentável, melhores serviços ao cidadão. Queremos uma policia mais moderna, eficiente, bem treinada e capacitada”, defendeu.

Como exemplo de compromisso do Governo do Estado com a Copa, Joselito Bispo citou a criação da Secretaria Extraordinária para Assuntos da Copa do Mundo Fifa 2014 (Secopa), que coordenará os projetos preparatórios para o evento, que deverá envolver, só na Bahia, mais de um milhão de pessoas, entre turistas, torcedores e trabalhadores.

O painel contou também com outros palestrantes brasileiros, como o coordenador de segurança do Comitê de Organização da Copa do Mundo da Fifa, José Hilário Medeiros, o secretário de Segurança Pública do Paraná, Aramis Linhares Serpa, o representante de segurança institucional do gabinete da Presidência da República, coronel Paulo Barros, e Léo Gleser, presidente e fundador da ISDS Ltda, empresa da área de segurança e sistemas de defesa.

O delegado-geral enumerou algumas das ações previstas para atender os sistemas de segurança pública da Bahia. Além dos investimentos na compra de equipamentos, Bispo destacou os trabalhos de preparação e treinamento dos profissionais que atuam nas forças de segurança do estado, como, por exemplo, cursos de línguas estrangeiras, antibombas e antidistúrbio.

Enfatizou, sobretudo, os investimentos em polícia comunitária e em ações de inteligência. “As novas tecnologias fortalecem as redes de informação e permitem que o conhecimento adquirido seja compartilhado, garantindo o bem estar do cidadão”, salienta.     

Reconhecimento – A participação baiana era esperada com muita expectativa na conferência de Israel, porque, segundo o delegado-geral, o Estado detém reputação internacional no controle de eventos de grandes proporções.

“O know-how desenvolvido pela polícia baiana, especialmente a Militar, para o Carnaval de rua, atraiu o interesse de muitos profissionais que lidam com segurança pública”, comentou Joselito Bispo.

Chamou a atenção também da platéia as dimensões do Estado, cuja extensão territorial, com mais de 560 mil quilômetros quadrados, se assemelha a um país do tamanho da França.

“Israel detém o que há de melhor em tecnologia de inteligência e compartilhar informações durante o Congresso foi muito produtivo para os representantes do Brasil no evento”, avaliou.

Fonte: Agecom-BA

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*