Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
06 de dezembro de 2010 11:23

Vitória empata com Atlético-GO e cai para Série B

Sem combatividade o Leão não fez uma boa partida e foi rebaixado

Por Editor

Não deu para o Vitória. Mesmo com o Barradão lotado, o rubro-negro ficou no 0 a 0 com o Atlético-GO no domingo, 5, pela última rodada do Brasileirão, e foi rebaixado à Série B.

Apesar de ter criado algumas chances, a equipe baiana demonstrou nervosismo e não conseguiu vencer a partida. Com o empate, o Leão chegou aos 42 pontos, mesmo número do adversário, mas foi superado pelo Dragão no número de triunfos (9 contra 11).

Após o acesso em 2009, o Atletico-GO teve uma bela arrancada no segundo turno e garantiu a permanência na Série A. Já o Vitória caiu de produção na reta final da competição e não conseguiu se livrar da zona da degola. Agora, resta ao rubro-negro disputar a Segundona de 2011 para buscar o retorno à elite do futebol brasileiro.

O jogo – O Vitória demontrou nervosismo durante todo o jogo na tentativa de abrir o placar. As inúmeras tentativas da equipe de Antônio Lopes deixou espaços na defesa e o time adversário soube explorar as jogadas de contra-ataque para levar perigo ao gol de Viáfara.

O atacante Marcão, que deu trabalho ao sistema defensivo do Leão, quase marcou para o Atlético-GO. Aos dez minutos, o jogador ganhou jogada com Egídio no meio de campo e arriscou chute de fora da área. A bola passou perto do travessão de Viáfara, mas foi para fora.

O Leão ainda teve duas chances na primeira etapa. Aos 22, o atacante Adailton recebeu passe de Nino Paraiba na área e finalizou de bico, mas mandou para fora. Aos 35, o zagueiro Anderson Martins aproveitou cobrança de falta de Fernando e desviou de cabeça para o gol. A bola raspou a trave esquerda de Márcio, mas não entrou.

Na segunda etapa, o técnico Antônio Lopes colocou o meia Elkeson no lugar de Adailton e substituiu Fernando por Ramon. Com as alterações, o Vitória foi com tudo para o ataque. Aos oito minutos, Junior apareceu livre após cruzamendo de Elkeson e desviou de cabeça para o gol. A bola passou perto da trave direita de Márcio, mas foi para fora.

Sem conseguir marcar, a equipe rubro-negra ficou ainda mais nervosa e quase perdeu o jogo. Aos nove minutos, o zagueiro Anderson Martins falhou no meio-campo e Juninho apareceu livre para marcar. O atacante driblou Viáfara e tocou para o gol, mas Neto Coruja salvou em cima da linha.

O desespero do Leão ficou evidente quando o zagueiro Gabriel Paulista, cria da base rubro-negra, cometeu falta violenta no meio de campo e foi expulso. Com uma jogador a menos, Viáfara ainda salvou duas vezes em finalizações de Juninho e Marcão. Além disso, o goleiro foi para o ataque no fim da partida quando Ramon cobrou falta para a área, mas Márcio afastou o perigo de soco e garantiu o resultado para o Dragão.

Vitória 0x0 Atlético-GO

Local: Barradão, em Salvador (BA)
Árbitros: Sálvio Spínola Fagundes Filho (Fifa/SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Carlos Berkenbrock (Fifa/SC)

Cartões amarelos: Junior, Egídio e Uelliton (Vitória); Agenor, Welton Felipe, Márcio e Robston (Atlético-GO).
Cartão vermelho: Gabriel Paulista (Vitória).

Vitória: Viáfara; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Anderson Martins e Egídio; Neto Coruja, Uelliton e Fernando (Ramon); Henrique (Schwenck), Adailton (Elkeson) e Junior. Técnico: Antônio Lopes.
Atlético-GO: Márcio; Adriano, Gilson, Welton Felipe e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Robston e Elias (Anailson). Juninho (William) e Marcão. Técnico: René Simões.

Fonte: A Tarde

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*