Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
16 de setembro de 2010 10:39

Atleta camaçariense campeão brasileiro em 2009 precisa de patrocínios para competir no mundial 2010

Falta de apoio e patrocínio são as maiores dificuldades para os atletas radicais.

Por Marcos Elder

Alexandre Soares, mais conhecido como Midula, é um baiano da cidade de Camaçari que com os patins nos pés e a atitude no coração consegue dar saltos que parecem estar flutuando no ar.

Midula foi o campeão brasileiro de 2009 na modalidade Vertical, e após este título passou a competir na categoria profissional.  Em 09 de outubro deste ano terá o mundial de patins em São Paulo, e o baiano camaçariense campeão brasileiro precisa de apoio e de patrocínio para ir representar a Bahia e o Brasil nesta competição.

“A gente precisa de apoio e patrocínio para a hospedagem, alimentação, transporte para se locomover pela cidade e comprar equipamentos novos de qualidade”, conta Midula. Sendo o patins um esporte radical, é necessário o uso de equipamentos como joelheira, cotoveleira, capacete e munhequeira, tudo para garantir a segurança dos atletas. Porém é muito raro ver atletas todo equipados, até pelo alto custo dos materiais. O próprio patins do campeão brasileiro Alexandre já estão gastos, e o ideal é que para o mundial ele tivesse um patrocínio que desse patins profissionais novos, para ajudar a desenvolver o talento do campeão.

Midula num Mac Twist por cima de outros atletas radicais de Camaçari.

Foto: Marcos Élder.

Midula conta que “não tem patrocínio de ninguém. Eu trabalho numa vidraçaria, e eu mesmo compro meus patins e dou a manutenção nos equipamentos. E isso tudo é muito caro. Eu represento Camaçari, a Bahia, e agora o Brasil por amor mesmo ao esporte, mas é muito difícil. Quando a gente se machuca, a gente mesmo que tem que se virar, porque não temos convênio médico, não temos nada. O governo quando dá alguma coisa é só a passagem de ida e volta, e olhe lá.

Perguntado sobre qual o seu maior sonho, Midula é bem seguro: “Meu maior sonho é poder viver dedicado ao esporte”.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*