Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
01/11/2017 - 11:48 hs

Secretário da Sasc debate recomposição do Orçamento 2018 em Brasília

Foi discutida a recomposição do orçamento destinado ao Suas

Secretário da Sasc debate recomposição do Orçamento 2018 em Brasília
Secretário Zé Santana debate Orçamento 2018 para o Suas

Representando o Estado do Piauí e o Fórum Nacional de Secretários(as) de Estado da Assistência Social (Fonseas), o secretário da Assistência Social e Cidadania do Piauí, Zé Santana, esteve em Brasília, nessa terça-feira (31), em reunião com o relator-geral do Orçamento Geral da União de 2018, deputado Cacá Leão (PP/BA), e o representante da Frente Parlamentar em Defesa do Sistema Único da Assistência Social (Suas), deputado Danilo Cabral. Também participou da reunião, a secretária estadual da Assistência Social de Tocantins, Patrícia do Amaral, que, na oportunidade, também representou o Fonseas.

O encontro, que ocorreu na sala de reuniões da presidência da Comissão Mista de Orçamento (CMO), na Câmara dos Deputados, teve como objetivo discutir a recomposição do orçamento previsto para 2018 destinado ao Suas. A proposta orçamentária inicial do governo federal para o próximo ano previa o corte de 50% das verbas do orçamento previstas para investimento no Suas.

“O relator-geral do Orçamento afirmou que recebeu de volta a nova proposta de orçamento do governo, onde reivindicamos um aumento no valor do que foi o orçamento de 2017 para o Suas, enquanto que a previsão inicial era de uma queda substancial”, afirmou Zé Santana após a reunião ocorrida em Brasília.

Durantes as últimas semanas, em vários estados houve manifestações, diversas entidades emitiram notas e moções de repúdio contra o orçamento definido pelo governo para a política de assistência social. Diante desses fatos, um grupo de deputados formou uma Frente Parlamentar em Defesa do Suas. “Após a reunião que tivemos, ficou convencionado o atendimento do pleito que é de todos os Estados do Brasil em defesa do Suas e da permanência dos atendimentos prioritários aos mais carentes”, concluiu Zé Santana.

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*