Teresina Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
09/02/2018 - 10:08 hs

MP denuncia 17 vereadores de Camaçari

Ministério também pediu prisão de presidente da Câmara

Por Aline Pinho

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) denunciou 17 vereadores e outros 18 servidores comissionados do Poder Legislativo Municipal de Camaçari por associação criminosa e apropriação de verbas públicas (peculato).

A denúncia feita na última quarta-feira (7) só foi divulgada pelo órgão nessa quinta (8). O presidente da Câmara de Vereadores, Oziel Araújo dos Santos (PSDB), também teve prisão preventiva decretada para garantia da ordem pública e conveniência da instrução criminal.

Segundo o promotor de Justiça Everardo Yunes, responsável pela denúncia, os vereadores aprovaram em 2017 uma lei que aumentou os seus salários em R$ 2.578,45. O pagamento dos novos valores, no entanto, foi suspenso por força de uma liminar judicial deferida a pedido do MP em uma ação civil pública. 

Além da condenação por associação criminosa e peculato, o MP pediu à Justiça a decretação de medida liminar para afastamento do cargo e indisponibilidade dos bens do presidente da Câmara de Vereadores, Oziel Araújo;  que seja declarada a nulidade dos 18 decretos de exoneração e nomeação dos servidores comissionados; e que todos os vereadores, servidores comissionados e presidente da Câmara sejam condenados ao ressarcimento dos valores recebidos.

Os vereadores denunciados são Oziel dos Santos Araújo; Neilton José da Silva, conhecido como Pastor Neilton; Valter José de Araújo, o Val Estilos; José Antônio Almeida de Jesus, o Binho do Dois de Julho; Maria de Fátima Almeida de Souza, a Fafá de Senhorinho; Edevaldo Ferreira da Silva, o Jamelão; Adalto Santos; Dilson Vasconcelos Soares, o Dentinho do Sindicato; Evanildo Lima da Silva, o Vaninho da Rádio; Jackson dos Santos Josué; Gilvan Silva Souza; Ednaldo Gomes Júnior Borges, o Júnior Borges; Anilton José Maturino dos Santos, o Niltinho; José Paulo Bezerra, o Zé do Pão; José Marcelino dos Santos Silva; Manoel Almeida Jorge Curvelo, o Jorge Curvelo; e Teobaldo Ribeiro da Silva Neto, o Téo Ribeiro.

 












Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*