Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
26 de outubro de 2010 21:54

A busca do corpo perfeito e seus riscos

Anabolizantes podem trazer danos por uma vida toda.

Por Fabiane Santos
 
   

Muita malhação e exercícios fazem parte da rotina de homens e mulheres que desejam estar com o corpo em forma. Mas, a busca por efeitos em curto prazo pode trazer danos à saúde por uma vida toda. Profissionais da área da saúde alertam para os riscos e dizem que tudo tem moderação. Em alguns casos essa obsessão estimula o uso de medicamentos proibido, como os anabolizantes.

Segundo o Ciro Tavares, professor de educação física e pós-graduando em Condicionamento físico aplicado a cardiologia, essa procura se da por conta dos músculos, pernas e braços definidos. A preocupação com a aparência e estar sempre de bem com o espelho acaba iludindo essa parcela da população. “Com a musculação a pessoa adquire resistência física, força bruta e um aumento de massa muscular, esse é o processo natural. O problema para eles se chama tempo, que de aluno para aluno
varia, então eles querem encurtar isso”.

O anabolizante é um medicamento a base do hormônio masculino testosterona, que tem a função de crescimento. Geralmente são usados em reposição hormonal ou em tratamentos de desenvolvimento causados por alteração genética, e claro sempre indicados por médicos, profissionais capacitados.

A Drª Elsa Soares, formada em clínica geral, explicou um pouco sobre os efeitos e riscos que a pessoa pode ter ao fazer uso desse medicamento indevidamente. “A ingestão de anabolizante causa dilatação
dos vasos do músculo, do celebro, do coração e do sistema respiratório. Usado por um tempo esse aumento na massa muscular vai acontecer, mas quem vai sofrer são os rins, com cálculo renal, problemas de fígado e coração, a pele envelhecida, flacidez dos músculos e vários órgãos do corpo ficam comprometidos”.

No caso dos homens, Drª Elsa diz que é ainda mais traumático e que já atendeu diversos casos. “O anabolizante força o músculo a responder em pouco tempo e os problemas também. Ocorrem vários casos de homens com alteração nos órgãos sexuais, problemas de ejaculação, ereção e urológicos”. A doutora ainda alerta que não se deve fazer uso de nenhum medicamento sem antes procurar um médico.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*