Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
27 de julho de 2010 19:37

Coordenador do Transporte Universitário esclarece dúvidas de estudantes

Quem tem direito ao transporte e como ocorre a seleção dos estudantes

Por Fabiana Fernandes
Damon Mendes  
   

Em entrevista ao Camaçari Diário nesta segunda-feira, 26, o coordenador do transporte universitário desde 15 de julho de 2009, Damon Mendes, esclareceu algumas dúvidas freqüentes de usuários do transporte universitário de Camaçari .
Segundo ele, não foram feitas inscrições de novos alunos no turno matutino do transporte neste segundo semestre de 2010, nem no semestre passado.

 
A procura para este turno é pouca e que, de acordo com a nota que saiu na imprensa anteriormente, a coordenação só poderá realizar novos cadastros após a segunda quinzena de agosto, quando o prazo para renovação do transporte dos veteranos encerrar.  Somente quando isso ocorrer é que poderão contabilizar a quantidade de usuários que continuam, desistiram ou trancaram matrícula e porventura abrir novas vagas ou novos roteiros de ônibus.

Damon explica que essa decisão foi tomada para não criar falsas expectativas aos que ainda tentam conseguir o transporte pela manhã.
A prioridade para o turno da manhã é para alunos menores de idade e quem trabalha à noite.
O turno vespertino não tem problemas, o movimento é tranqüilo.
Como a procura maior ocorre para o turno da noite, todos os alunos do noturno tem de ser beneficiados.

Muitos universitários trabalham durante o dia e o transporte público intermunicipal não poderia atendê-los, além de que alguns estudantes não teriam como pagar a passagem todos os dias, dificultando assim seus estudos.

Alguns roteiros que vão para as faculdades que ficam na Avenida Paralela em Salvador estão lotados à noite. Outros já foram ampliados, como o 7C (noturno) e o 21A (matutino) para atenderem a crescente quantidade de alunos que ingressam na Universidade Federal da Bahia -UFBA.

Cerca de 2.730 pessoas já usufruem o beneficio nos três turnos e quase 500 acabaram de ingressar.

Quem tem direito ao benefício

Antes do Decreto N°. 4716/2009, que regulamenta o Transporte Universitário havia várias dúvidas, mas para Damon, este decreto norteia todos os aspectos de ações que podem ser tomadas em relação ao transporte.

Antes do decreto, até estudantes de cursinhos pré-vestibular e pós-graduação tinha direito ao transporte. Hoje, apenas estudantes de qualquer curso de graduação ou profissionalizantes que sejam cidadãos de Camaçari têm acesso ao beneficio.
Estudantes de baixa renda têm prioridade.

Outro ponto importante é que não há diferenciação entre alunos de instituições públicas e privadas como se poderia supor.  Damon afirma que isso não ocorre, pois quem estuda na universidade pública não paga nada, já os que estudam nas particulares em sua maioria já pagam as mensalidades com sacrifício e poderiam não ter como pagar transporte também.

O transporte pode acabar?

Damon também ressalta que não há a possibilidade de o transporte ser encerrado a curto prazo. O que acontecerá é uma redução da quantidade de ônibus, mas somente quando Camaçari oferecer uma gama de cursos que possam atender as demandas de mercado e aos estudantes do município.

Ampliar a diversidade de cursos oferecidos pela unidade da Universidade Estadual da Bahia – UNEB é uma possibilidade, assim como a implantação de universidades públicas e particulares na cidade.

Segundo ele, a previsão de investimentos para 2010 fica em torno de R$ 4, 5 milhões.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*