Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
23 de julho de 2010 16:07

Seminário homenageia o dia da Mulher Negra em Camaçari

Plenário da Câmara Municipal recebeu entidades e público para palestras

Por Fabiana Fernandes

 

seminario mulher negra  
Grupo de Samba de Roda de Barra de Pojuca abriu o evento. (Foto: Fabiana Fernandes)  

Na manhã desta sexta-feira, 23, o plenário da Câmara Municipal de Camaçari recebeu o Seminário em homenagem ao Dia da Mulher Negra latino-americana, do Caribe e da Diáspora que é comemorado em 25 de julho.

O evento promovido pela Secretaria da Promoção da Mulher e da Reparação (Seprom) contou com palestras sobre a Saúde da Mulher, dando ênfase à condição da mulher negra, que estuda menos que as brancas, ganham menos e correm mais riscos na gravidez e de se tornarem mães solteiras, Campanha dos 100 anos de Diagnóstico da Doença Falciforme que acomete mais a população afro-descendente.

Outro tema foi o Poder da Conscientização e da Denúncia no Enfrentamento da Violência contra a Mulher, um tema importante e tão em evidência na imprensa brasileira atualmente por conta de casos como o assassinato da advogada Mércia Nakashima em São Paulo e o desaparecimento e possível assassinato de Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno em Minas Gerais e tantos outros que surgem nas manchetes policiais.

Segundo a palestrante Edna Maria Abreu Seabra, que atualmente trabalha no Posto da Nova Aliança e ministrou a palestra sobre a  Saúde da Mulher, Salvador é chamada de “Roma Negra” por ser a maior cidade com concentração de negros fora da África e destacou que 79% da população de Camaçari é composta por afro-descendentes.

O evento contou com o grupo de samba de roda de Barra de Pojuca, composto por senhoras e crianças, a secretária da Seprom, Aurenita Castillo, além do público em geral e representantes de entidades de apoio aos afro-descendentes e demais minorias.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*