Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
03 de janeiro de 2017 09:14

AM: líderes de rebelião serão transferidos para presídios federais

Afirmação é do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes

Por Redação

Em entrevista coletiva nessa segunda-feira (2), o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirmou que os líderes da rebelião que ocorreu no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) serão transferidos para presídios federais.

O motim deixou 56 mortos e é considerado o mais sangrento desde o Massacre do Carandiru, que ocorreu na cidade de São Paulo no início da década de 1990.

Moraes viajou para Manaus com o objetivo de se reunir com o governador José Melo de Oliveira para avaliar a situação. Acompanharam o ministro, o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Marco Antonio Severo, e o secretário nacional de Segurança Pública, Celso Perioli. De acordo com o ministro, uma força-tarefa foi montada para identificar os detentos que devem ser transferidos para um presídio de segurança máxima.

Segundo as autoridades estaduais, o motim é mais um episódio da guerra entre facções criminosas que disputam o controle das atividades ilícitas na região.

Os comentários para este conteúdo estão encerrados.