Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
17 de dezembro de 2010 07:53

Bispo de Camaçari está há 21 anos na Bahia

Dom Petrini ocupar

Por Editor
 
Dom João Carlos Petrini.  

O bispo nomeado para assumir a recém criada Dioscese de Camaçari – São Tomás de Cantuária – conhece a fundo os problemas sociais da Bahia e em especial da Região Metropolitana. Há 21 anos em Salvador, Dom João Carlos Petrini chega à Camaçari com uma vasta experiência e toma posse em 19 de fevereiro do próximo ano.

Nascido na Itália, em 18 de novembro de 1945, Dom Petrini, que possui cidadania brasileira, foi indicado bispo Auxiliar de Salvador em 2005, pelo Papa João Paulo II. Atualmente, é membro da Comissão Episcopal Nacional Vida e Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Dom Petrini chegou a Salvador em 1989, quando assumiu a Reitoria do Seminário Propedêutico (1990-1998) e foi diretor do Instituto de Teologia da Universidade Católica do Salvador (UCSal), entre os anos de 2005 e 2009.

Formado em Ciências Políticas pela Universidade de Perúgia, na Itália, Dom Petrini é mestre e doutor em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo.

Na UCSal, o bispo é professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Família na Sociedade Contemporânea. Desde 1998, Dom Petrini é diretor da Seção Brasileira do Pontifício Instituto João Paulo II para Estudos sobre Matrimônio e Família.

Dom Petrini chegou ao Brasil em 1970, acompanhando uma equipe de missionários ligados ao Movimento Comunhão e Libertação, em São Paulo. Após 18 anos de atuação em paróquias na periferia da cidade, o bispo trabalhou na Pastoral Universitária, a pedido do Cardeal Dom Carlos Evaristo Arns.

O bispo possui diversos artigos em revistas acadêmicas e livros publicados como O pai na sociedade contemporânea, Família, sociedade e subjetividade e Pós-Modernidade e Família.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*