Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
23 de novembro de 2010 20:33

Centro comercial de Camaçari tem aquecimento nas vendas de final de ano

Mais de 40 mil pessoas devem passar pela feira

Por Fabiane Santos
 

Centro Comercial de Camaçari: começa as comprar para final de ano.

Foto: Fabiane Santos

 

Com a chegada do final de ano, os lojistas do Centro comercial de Camaçari, mais conhecido como Feira de Camaçari, dobram suas vendas. Normalmente o horário de funcionamento é de 6h às 20h, mas durante o período das festas a administração do Centro faz com os comerciantes um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para que o funcionamento possa ir até um pouco mais tarde. Nessa época  é esperado um público superior a 40 mil pessoas. E novos investimentos já estão sendo feitos pelos lojistas para atender a clientela.

De acordo com Antônio Bittencourt, administrador do Centro Comercial, essa é uma época que aumenta o fluxo de pessoas na Feira. “Um dos motivos é a forma que o prefeito Luiz Caetano vem trabalhando e favorecendo o funcionário, com adiantamento do 13º salário, isso acaba aumentando também as vendas antecipadamente”, disse.

Antonio também explica, que o comerciante da Feira tem feito de tudo para se adaptar ao novo estilo de comércio. Investindo em mercadorias, estética da loja e atendimento. “Nós percebemos que a Feira é uma das grandes opções de compras para o consumidor de Camaçari e região. Pelo fato da cidade ainda não possuir um Shopping Center, o Centro comercial acaba tendo a característica de um Shopping Popular, com produtos de qualidade e preço de feira”, disse.

E os lojistas da Feira estão vaidosos, investindo no comércio e no mercado. Segundo Antonio, mais de 500 autorizações de reformas foram liberadas nesses últimos dois anos. Na Feira o consumidor pode encontrar produtos importado, roupas, acessórios, caixas eletrônicos e agora no início de dezembro, uma loja da Lotérica vai ser inaugurada. “O consumidor vem para a Feira sacar o pagamento, pagar suas contar e fazer suas compras, seja de roupas ou no setor de hortifruti”, comentou Antonio.  

Lojistas e seus investimentos

 

Mercado de confecção aquecido para o Natal.

Fato: Fabiane Santos

 

Claudivan, gerente da loja Carioca Confecções, do ramo de roupas femininas e masculinas para adultos, diz que durante as festas faz investimentos em mercadorias e promoções para os clientes. “Modernizamos a loja toda, desde a pintura da loja ao fardamento padronizado dos vendedores, e trazemos diversas novidades para os clientes. Aqui nos temos a mesma mercadoria que tem no shopping, mas com um preço mais acessível. E ainda fazemos promoções, damos brindes aos clientes que compram e sempre temos o cuidado de ter um bom atendimento”.   

O proprietário da loja Josué Celular também investe, pois para ele nessa época as vendas também melhoram. “Aqui eu conserto, vendo, faço serviços em geral. Mas, nesse período a maior procura é por celulares importados e acessórios, então meu investimento é nessa linha”.

 

Dona Graça, em frente sua loja de calçados.

Foto: Fabiane Santos

 

Dona Graça, proprietária da Graça Calçados, diz que tem cliente o ano todo. E que o segredo é o atendimento. “Procuro atender sempre bem o cliente, trabalho muito aqui na loja. No Natal as vendas aumentam, então para que o cliente saia satisfeito faço um precinho melhor, facilito, e assim ele volta”.

Já para Marquinhos, o vendedor de verduras explica que no período das festas ele muda sua mercadoria e passa a vender o que é mais procurado para a Ceia de Natal. “Geralmente eu faço uma adaptação e passo a vender uva. Como a procura é grande, acabo vendendo bem e rendendo mais”.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*