Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
29 de agosto de 2010 23:27

CLN quer retirar pedágio de Vila de Abrantes

A concessionária quer instalar o pedágio no limite entre Camaçari e Lauro de Freitas.

Por Editor
 
Foto: Google  

A Concessionária Litoral Norte (CLN) manifestou o interesse em retirar a praça do pedágio de Vila de Abrantes e instalá-la próxima a ponte que limita a área territorial de Camaçari e Lauro de Freitas. A informação foi noticiada pelo vereador Cleber Alves (PT) no dia 24 de agosto na Câmara Municipal de Camaçari.

Conforme o vereador a estratégia seria para se livrar das pistas alternativas ao pedágio. “Se eles se mudarem para a ponte que liga Camaçari a Lauro de Freitas os motoristas não terão nenhuma alternativa para fugir do pedágio, sendo obrigados a pagarem as taxas abusivas cobras pela CLN. A única saída será se passarmos por dentro do rio”, disse.

Uma das fundadoras do Movimento Pedágio Livre, a vereadora Luiza Maia (PT), depois de muito reclamar que o pedágio era desumano por que estava instalado num local que cortava a cidade, também reclama da nova estratégia da CLN. “Estamos lutando para que eles se instalem no limite entre Camaçari e Mata de São João, lá em Praia do Forte. O que eles querem fazer é simplesmente fugir do das vias alternativas”, afirmou.

Questionada sobre os pedágios que o governo Wagner instalará ao redor de Camaçari, tornado obrigatório que qualquer pessoa que queira entrar ou sair de Camaçari pague o pedágio, a vereadora, que tanto critica o ex-prefeito Tude e o ex-governador Paulo Souto, pelo pedágio da CLN, falou que esta foi uma saída para melhor as estradas.

“Estive conversando com o secretário estadual da Fazenda e ele me falou que o governo não tinha como recuperar e manter as estradas que dão acesso a Camaçari e algumas empresas já estavam deixando de vir se instalarem no Polo Petroquímico por causa disso. Por isso as estradas serão pedagiadas”, disse Luiza.

A presidente da Câmara Municipal de Camaçari também informou que, “nós do Movimento Pedágio Livre já fomos ao secretário da Fazenda e conversamos que devem ser feitas alternativas para os moradores de Camaçari não serem penalizados pelos pedágios e ele se mostrou bem solícito a atender nosso pedido”, afirmou.

O certo mesmo, até o momento, é que a partir do ano que vem todas as entradas e saídas de Camaçari conterão uma praça de pedágio, o que tornará cada ida para a orla, para a capital ou para qualquer cidade vizinha mais cara. Enquanto isso nada de diminuição nos impostos pagos para manutenção e construção de estradas. E como 2010 é ano eleitoral, os debates sobre os pedágios foram abafados para depois do dia 03 de outubro.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*