Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
24 de setembro de 2010 15:55

Cooperativas de transporte estão a um passo da bilhetagem eletrônica

Sem o sistema as empresas perdem mais de R$ 1 milhão por ano.

Por Editor
 
Foto: André Damasceno.  

Os representantes das cooperativas de transporte alternativo de Camaçari se reuniram com o prefeito Luiz Caetano para discutir uma pauta de reivindicações da categoria em prol do transporte de passageiros em Camaçari. A reunião, que aconteceu no início de setembro, foi intermediada pelo vereador Alfredo Andrade (PSB).

Participaram da reunião o prefeito Luiz Caetano, o vereador Alfredo Andrade, o presidente do PSB de Camaçari, Lupicínio Patrício, o presidente da Cooperunião, Manoel Araújo, o presidente da Cooastac, Ramiro Sena, o presidente da Cooprotacc, Eujácio Araújo, o presidente da Cooperkombi, José Maria Dominguez e demais dirigentes cooperados.

Depois de anos de luta, as cooperativas de transporte alternativo de Camaçari estão a um passo de conseguirem implantar em Camaçari a bilhetagem eletrônica – semelhante ao que acontece na capital baiana – onde não haverá mais passes ou vales, pois as pessoas terão um cartão onde carregarão seus créditos para viagens.

De acordo com Manoel Araújo, presidente da Cooperunião, a bilhetagem eletrônica é vantajosa tanto para as cooperativas quanto para os usuários. “Atualmente temos um deságil de mais de R$ 0,40 em cada passe que recebemos, pois temos que trocá-los na VCI que desconta este valor. Sendo assim, pegamos o vale no valor de R$ 1,65 e só recebemos R$ 1,25. Resolvendo este problema poderemos investir muito mais na qualidade dos transportes, para favorecer os usuários”, disse.

Depois da reunião com o prefeito, diversas outras já aconteceram com a Superintendência de Trânsito e Transporte (STT), com a Secretaria de Governo (Segov) e com o setor jurídico da Prefeitura para definir as normas e a possível data para o início do processo de bilhetagem eletrônica.

Outro processo em estudo é a renovação da concessão de transporte alternativo para as cooperativas e outros assuntos de extrema necessidade para o transporte alternativo de passageiros de Camaçari.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*