Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
25 de novembro de 2010 19:34

O que é que a Feira Tem?

Centro Comercial de Camaçari oferece variedades aos seus clientes

Por Fabiane Santos

O Centro Comercial de Camaçari, popularmente conhecida como a Feira de Camaçari está a cada dia investindo em ações empreendedoras. Com mais 2 mil lojas, uma grande variedade de artigos, produtos, acessórios e serviços podem ser encontrados dentro do mercado. E para organizar e facilitar a vida de quem gosta de fazer suas compras, ou até mesmo pagar suas contas o Centro é dividido em dois andares.

No térreo você encontra lojas de cereais, todo o setor de hortifruti, laticínios, açougues, peixaria, mercearias, produtos agropecuários, rações, floricultura, mercado Cesta do Povo, bares e restaurantes, caixas eletrônicos e até a uma casa cultural, conhecida como Biboca Cultural do Bule Bule, um grande cantor, compositor, escritor e repentista baiano.

Já no 1º Piso, é separado para as confecções de moda adulto e infantil, salão de beleza, utilidades para o lar, ervas medicinais, artigos religiosos, bomboniere, delicatessen, lanchonetes, banca de revistas e jornal, assistência técnica, equipamentos de informática, ferramentas, alugueis de vestidos de noiva, acessórios, caixas eletrônicos e um Banco Popular do Brasil.

Existe também na Feira, o Camaledromo onde são vendidos produtos importados, como celular, aparelhos eletrônicos e acessórios. E o Anexo 3, que tem oficinas trabalhando com conserto e utensílios para bicicletas.

Segundo Antônio Bittencourt, administrador do Centro Comercial, “o mercado vem se reformulando de acordo com o público. Principalmente depois do governo Caetano, que tem incentivado e apoiado as ações empreendedoras do Centro Comercial”.

Segmentos que ainda não eram vistos na Feira, hoje estão ganhando forma e se solidificando no mercado. Muitos dos lojistas têm mudado o ramo de atividade para atender melhor o cliente. “Percebemos que de dois anos para cá, os permissionários (lojistas) estão tendo ações empreendedoras, com reformas, mudança de seguimentos, tudo para atender melhor seu cliente e o público que freqüenta a Feira”, comentou.

Lojistas comentam

Casa de Ferrementas e Máquinas. Administrado por Alaildo Aragão, que já trabalha na feira há sete anos, e sempre faz investimentos na fachada da loja, vitrines e tudo que possa oferecer mais conformo para seu cliente. No inicio trabalhava com diversos produtos, mais agora optou apenas pelo segmento de ferramentas e máquinas profissionais.

Giliarde Sena, 29 anos, já trabalha na feira a mais de 20 anos. Começou com o pai vendendo cereais. Anos depois foi trabalhar com o tio, no mesmo ramo. Agora vende na sua loja, a Bomboniere Giliarde, localizada no 1º Piso, e diz, “Eu me identifico mais com esse ramo de atividade. Já estou trabalhando sozinho há oito anos e está dando certo”.

Com mais de 10 anos na feira, Noé Soares, já fez alguns investimentos na sua loja de laticínios. Recentemente ampliou a loja Casa do Queijo, para dar mais visibilidade aos seus produtos e melhorar o conforto.

E para quem gosta de leitura, tem a Biboca Cultural do Bule Bule. Antonio dos Santos, o vendedor, comenta sobre a cultura na Feira. “Aqui todos podem conhecer um pouco da história de Bule Bule, Lampião, Luiz Gonzaga, Mercado Modelo e outras literaturas. É uma mini-biblioteca dentro do mercado”, disse.

Fica então a dica para quem quiser conhecer o Centro Comercial de Camaçari, ele está localizado no centro da cidade, próximo a Praça Desembargador Montenegro.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*