Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
27 de setembro de 2010 16:57

Ponto de ônibus da feira demora na saída dos micro-onibus

Ponto de ônibus vive lotado de micro-ônibus, congestionando o transito no centro da cidade.

Por Marcos Elder

Foi-se o tempo em que o transporte público de camaçari se dividia entre ônibus e Kombis. Hoje a cara da cidade são os micro-ônibus que enchem as ruas e transtornam o trânsito nos locais onde há ponto de ônibus.

Dentro da cidade, o ponto mais cobiçado pelos motoristas é o ponto de ônibus da feira, o que causa revolta e indignação em muitos usuários do transporte público, como a dona de casa Maria do Rosário, moradora do bairro da Gleba C, que disse: “os micro-ônibus, tanto das cooperativas quanto da Cidade Industrial, demoram longos minutos para saírem do ponto, muitas vezes saindo somente quando o carro já está lotado”.

Segundo Anderson dos Santos Araújo, motorista filiado à cooperativa Astac, “o limite máximo de tempo permitido para cada carro das cooperativas é de 10 minutos. Passado este limite de tempo, o fiscal da cooperativa avisa o fiscal da STT (Superintendencia de Trânsito e Transporte), podendo o motorista receber uma advertencia, caso seja a primeira vez, ou uma suspensão de seu direito de dirigir.”

Anderson dos Santos Araújo. Foto: Marcos Élder.

Anderson ainda disse que as cooperativas de transporte estão vendo uma maneira de todo o dinheiro ganho individualmente nos micro-ônibus serem encaminhados para um caixa único, para depois ser redistribuído igualmente para todos os donos dos veículos. Esta ação permitirá que não aja mais concorrencia entre dois motoristas da mesma cooperativa, permitindo que o trânsito seja mais tranquilo, não demorando mais que alguns momentos no ponto.

Segundo Ruben, fiscal da STT no local, a regra dos 10 minutos foi feita pelas próprias cooperativas, e a STT acatou a determinação.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*