Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
28 de setembro de 2010 00:07

Primeira parte da Avenida 28 de Setembro é inaugurada

Quando concluída a obra custará mais de R$1,8 milhão.

Por Editor

Na noite da última segunda-feira (27/09) o prefeito Luiz Caetano (PT) inaugurou a primeira etapa da revitalização da conhecida Radial A, batizada como Avenida 28 de Setembro. A obra que foi anunciada e teve a ordem de serviço assinada um ano atrás, não conseguiu ser totalmente concluída, por isso foi inaugurada pela metade, mesmo com a promessa do prefeito, em 2009, de entregar a avenida totalmente recuperada no desfile de 252 anos de aniversário de Camaçari, que comemora-se nesta terça-feira (28/09).

Além da presença do prefeito, diversas autoridades municipais como vereadores, secretários e lideranças comunitárias participaram da inauguração que foi animada pela Bamuca.

Em seu discurso de inauguração o prefeito Caetano falou que estava cumprindo mais uma promessa. “Durante as campanhas eleitorais passadas, diversos candidatos prometeram praças, ruas asfaltadas e centenas de obras, mas nunca fizeram nada. Eu tenho cumprido com todas as minhas promessas e até o final do mandato farei tudo o que prometi”, disse.

O prefeito ainda falou da obra de duplicação da via que liga a Avenida 28 de setembro ao entroncamento de Camaçari. “O próximo passo será do governo do estado. Que fará a duplicação daquela via que liga o bairro do Triângulo até a BA-093”, afirmou.

Inaugurada na noite de segunda-feira, até às 17h30min do mesmo dia, funcionários da empreiteira responsável pela obra ainda estavam concluindo a obra da primeira etapa. A segunda etapa da obra que começará imediatamente vai até o encontro da Avenida 28 de setembro com a Praça Abrantes. Assim como na primeira etapa, as barracas que estão na calçada, propriamente em frente a Motopena, serão retiradas também.

Custando cerca de R$ 1,8 milhão, a obra contemplou serviço de recuperação de calçamentos e meios-fios, instalação de postes de iluminação e novos pontos de ônibus, paisagismo com áreas gramadas e com algumas plantas ornamentais e sinalização horizontal. A recuperação da pavimentação asfáltica da via não faz parte do contrato, sendo de responsabilidade de outra empresa. O valor para as indenizações dos barraqueiros que foram retirados da avenida também não faz parte do custo da obra.

 

 

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*