Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
24 de novembro de 2010 22:31

Quadrilha vende falsos imóveis do Minha Casa, Minha Vida

Os bandidos agem nas ruas e cobram entre R$ 300 e R$ 1.000 para adiantar o imóvel

Por Fabiane Santos
 

Marcos Bispo Barreto, 26 anos

Foto: Divulgação PC

 

Uma quadrilha está em Camaçari, aplicando golpes há quase um ano, vendendo apartamentos e casas do Minha Casa, Minha Vida o projeto do Governo Federal, que está sendo administrado pela Caixa Econômica Federal. Segundo informações, os bandidos fazem a abordagem nas ruas e se apresentam como funcionários da Caixa, oferecendo facilidades e benefícios em adquirir imóveis do Minha Casa, Minha Vida.

De acordo com a polícia, geralmente os bandidos falam com as vítimas que os imóveis serão entregues mesmo sem que a pessoa faça o cadastro, e para isso basta que os documentos e o pagamento sejam feitos a eles. Até o local da nova residência é informado para que a pessoa não tenha dúvidas da veracidade do acordo. “E essa quantia que deve ser paga mensalmente, pode variar de R$ 300 a R$ 1 mil”, diz.

Geralmente, as vítimas só desconfiam do procedimento no momento em que tentam fazer contato com o “falso” vendedor, é quando percebem que caíram em um golpe e procuram a delegacia.

O secretário de Habitação do Município, já esteve na delegacia conversando sobre o assunto e pedindo providências.  E a polícia já está trabalhando no caso, pois, além do secretário, as vítimas já estão registrando as ocorrências. No total mais de 100 pessoas já se tornaram vítimas da quadrilha aqui em Camaçari.

Na sexta-feira (19), a polícia identificou dois dos integrantes da quadrilha, mas a polícia acredita que outras pessoas estejam envolvidas no golpe. O S. I. da 18ª Delegacia já localizou a residência de um dos bandidos no bairro do Parque Verde, onde ele morava com a companheira de prenome Tâmara, de 18 anos, seu nome é Marcos Bispo Barreto, 26 anos. E ainda de acordo com a polícia, a casa onde eles moravam é uma mansão, com o que a de melhor em termos de segurança.

Marcos já tem passagem pela polícia e chegou a cumprir sentença criminal da justiça de Goiânia por tráfico de drogas. Ao ver que a polícia estava chegando  em sua residência ele fugiu deixando sua companheira que foi detida. Segundo informações da jovem, ela era ameaçada de morte e obrigada a participar do crime, mas ela é acusada de ser a pessoa que ia ao encontro das vítimas receber o pagamento.

A polícia ainda revelou que no sábado (20), uma das vítimas, que é comerciante aqui na cidade, foi ameaçada por telefone. O bandido ligou para uma pessoa dizendo que não ira adiantar nada se ela fosse registrar ocorrência, pois a quadrilha já tinha entrado em acordo de R$30 mil com a polícia e a prisão da jovem não daria em nada. E mais, ameaçou a vítima dizendo que por ela ter indicado outras pessoas a fazer a compra do imóvel, seria considerada participante da quadrilha.

Na 18ª Delegacia as investigações continuam para saber onde Marcos pode estar.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*