Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
03 de setembro de 2010 01:30

Ato contra o pedágio serve de palanque para candidatos

Mais do que um ato contra a CLN a manifestação contra o pedágio foi eleitoreira.

Por Editor

No dia 01 de setembro, à tarde, o Movimento Pedágio Livre realizou uma manifestação na estrada da Cascalheira, precisamente em frente a Via Alternativa de Las Palmas, contra a mudança da praça do pedágio da CLN (Concessionária Litoral Norte) para os limites entre Camaçari e Lauro de Freitas. Contudo, para quem passava pelo local, o ato mais parecia um comício político.

Com bandeiras em punho, faixas, placas, santinhos e panfletos, dezenas de militantes se amontoaram nas laterais das pistas chamando a atenção de todos os motoristas que passavam pela rua. Paralelo a isso, vereadores, populares e candidatos fizeram uso de um mini-trio para proferir discursos contra o pedágio, enquanto algumas pessoas colhiam as assinaturas dos motoristas para um abaixo-assinado a ser entregue ao governador Jaques Wagner.

Aqueles que se incomodavam com o ato, que gerou cinco quilômetros de congestionamento da Cascalheira, não paravam para assinar o abaixo-assinado e nem para receber os panfletos políticos, contudo, outras pessoas faziam questão de parar e apoiar a causa do Movimento Pedágio Livre.

O motorista José Manuel pediu o mesmo empenho quando os pedágios do governo Wagner forem instalados. “Espero que estas mesmas pessoas nos ajudem na hora de lutarem pelas vias alternativas aos pedágios que estão sendo instalados na BR-324, na BA-093 e nas demais vias de acesso a Camaçari e ao Polo. Espero que isso aqui não seja apenas mais um movimento político”, disse.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*