Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
16 de maio de 2017 09:02

Cabral e mais seis são denunciados por corrupção na saúde

Irregularidades ocorreram entre 2007 e 2014, segundo investigação

Por Redação

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, e outras seis pessoas acusadas de cometerem irregularidades na Secretaria Estadual de Saúde, entre 2007 e 2014.

Cabral, César Romero, Carlos Miranda, Carlos Bezerra, Sérgio Côrtes, Miguel Iskin e Gustavo Estellita são acusados de corrupção passiva e ativa e de fazerem parte de organização criminosa. A denúncia é decorrente dos fatos apurados na Operação Fatura Exposta, deflagrada em abril deste ano.

Segundo a denúncia, o grupo liderado pelo ex-governador seria agente de pagamento ou de recebimento de propina com o objetivo de fraudar contratos. As licitações eram direcionadas a empresários como Iskin e Estellita, responsáveis por incluir empresas estrangeiras em uma espécie de rodízio nas ofertas.

Os desvios ligados à área de saúde durante a gestão Cabral podem ter passado de R$ 300 milhões.

Os comentários para este conteúdo estão encerrados.