Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
04 de janeiro de 2017 11:38

Custo da cesta básica aumenta em todas capitais em 2016

Maiores altas ocorreram em Rio Branco (23,63%), Maceió (20,69%) e Belém (16,70%)

Por Redação

Os preços dos alimentos essenciais aumentaram, no acumulado de 2016, nas 27 capitais, informou nesta quarta-feira (4) o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Os maiores custos foram registrados em Rio Branco (23,63%), Maceió (20,69%) e Belém (16,70%). As menores variações foram em Recife (4,23%), Curitiba (4,61%) e São Paulo (4,96%).

Na comparação entre novembro e dezembro, o valor da cesta básica caiu em 25 cidades. Os maiores recuos foram em Aracaju (-5,11%), Campo Grande (-4,16%) e São Luís (-4,13%). Apenas Manaus (0,22%) e Rio Branco (0,97%) registraram alta.

O maior custo do conjunto de bens alimentícios básicos foi registrado em Porto Alegre (R$ 459,02), seguido de Florianópolis (R$ 453,80), Rio de Janeiro (443,75) e São Paulo (R$ 438,89). Os menores valores médios foram observados em Recife (R$ 347,96), Aracaju (R$ 349,68) e Natal (R$ 351,96).

No ano passado, o preço médio do leite integral, feijão, arroz agulhinha, café em pó e manteiga aumentou em todas as capitais. Apresentaram queda o tomate (em 26 capitais) e a batata (em 10 capitais).

Os comentários para este conteúdo estão encerrados.