Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
03 de outubro de 2010 22:37

Dilma e Serra disputam segundo turno

Num segundo turno Dilma pode contar com o apoio de Marina Silva.

Por Editor

Depois de liderar as pesquisas com possibilidade de vencer a eleição para a Presidência da República no primeiro turno, a candidata petista Dilma Rousseff vai encarar um segundo turno contra o tucano José Serra. Com 46,87% dos votos, Dilma viu José Serra alcançar 32,63% e Marina Silva 19,35%. A votação do segundo turno acontecerá no dia 31 de outubro.

Os motivos para a queda de Dilma nas pesquisas, proporcionando um segundo turno, têm sido apontados como os escândalos envolvendo a ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra e o filho dela.

Num segundo turno os dois candidatos disputarão os votos conquistados pela candidata Marina Silva (PV) que obteve aproximados 20% dos válidos. Pelo histórico de Marina com o PT, partido do qual fez parte durante anos, espera-se que ela apoia Dilma, contudo pelo mesmo histórico do motivo e a forma de sua saída do partido, este apoio ainda é incerto, o que gera esperanças em Serra.

No segundo turno Dilma deve investir nos estados onde Serra obteve maioria dos votos, como nos estados do Sul e Sudeste. Já o tucano investirá no Nordeste, onde Dilma venceu disparada com mais de 60%.

Outras datas do calendário eleitoral do 2º turno:
Fonte: IG/Último Segundo

5 de outubro

– Os candidatos podem voltar a fazer propaganda por meio de alto-falantes ou amplificadores de som. Também podem fazer carreata e distribuir material de propaganda.

– Término do período, após às 17 horas, em que nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito, ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto.

13 de outubro

– Último dia para conclusão dos trabalhos de apuração pelas juntas eleitorais e remessa ao Tribunal Regional Eleitoral dos documentos a ela referentes.

14 de outubro

– Último dia para o Tribunal Superior Eleitoral e os tribunais regionais eleitorais divulgar o resultado da eleição para presidente e vice-presidente da República.

16 de outubro

– Data a partir da qual nenhum candidato que participará do segundo turno de votação poderá ser detido ou preso, salvo no caso de flagrante delito.

– Data limite para o início do período de propaganda eleitoral gratuita, no rádio e na televisão, relativo ao segundo turno, tendo em conta o prazo final para a divulgação do resultado das eleições e proclamação dos eleitos pelo Tribunal Superior Eleitoral.

26 de outubro

– Data a partir da qual e até 48 horas depois do encerramento da eleição nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito, ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto

28 de outubro

– Último dia para propaganda política mediante reuniões públicas ou promoção de comícios e utilização de aparelhagem de sonorização fixa, entre as 8 horas e as 24 horas.

29 de outubro

– Último dia para a divulgação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão.

– Último dia para a realização de debates.

– Último dia para propaganda eleitoral em páginas institucionais na Internet.

30 de outubro

– Último dia para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8 horas e as 22 horas.

– Último dia para a promoção de carreata e distribuição de material de propaganda política.

31 de outubro

Eleições – 2º turno.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*