Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
25 de outubro de 2010 21:15

Dilma ou José Serra. Qual escolha fazer?

Na última semana eleitoral muitos eleitores não escolheram seu candidato.

Por Editor

Chegamos à última semana da corrida eleitoral deste ano, que decidirá quem governará o Brasil entre 2011 e 2014. E não são simples quatro anos, pois quem assumir o país, além de ter a árdua tarefa de dar continuidade aos trabalhos sociais, econômicos e políticos desenvolvidos pelo presidente Lula em seus oito anos de governo, terá o desafio de gerenciar os primeiros anos de exploração do pré-sal brasileiro; preparar o país para a Copa das Confederações em 2013; para a Copa do Mundo de Futebol de 2014; e deixar o terreno pronto para as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro.

Estes três eventos esportivos não dizem respeito apenas ao esporte, mas à geração de emprego e renda, com obras em infraestrutura na malha viária dos estados, investimentos em segurança, ampliação dos aeroportos, investimento na saúde e educação pública do país, e principalmente no fortalecimento do setor turístico nacional.

Dito isto, paro para analisar a campanha feita pelos dois candidato a Presidência da República. De um lado temos Dilma Rousseff (PT) que continua na sombra do presidente Lula, com o discurso da continuidade pelo fato de ter participado do governo Lula desde o início e estar envolvida nos principais acontecimentos do governo. Acontecimentos estes tanto positivos como o PAC, com o Minha Casa, Minha Vida, as mudanças no Fies, os investimentos no setor educacional, a descoberta do pré-sal, etc. Mas, também não podemos esquecer-nos de todos os acontecimentos negativos como os escândalos de corrupção que surgiram no governo petista e que sempre respingaram na candidata petista. Sendo o último o esquema de suborno na Casa Civil, comandada por sua ex-secretária e braço direito, Erenice Guerra.

Do outro lado temos José Serra (PSDB), político com diversos mandatos eletivos, experiente no quesito eleições e gestão administrativa principalmente no sul do país. Em sua campanha Serra afirma que todos os programas sociais do governo Lula foram iniciados no governo Fernando Henrique Cardoso, contudo não faz questão de lembra que foi no mesmo governo tucano de FHC que muitas estatais brasileiras foram sucateadas e logo em seguida vendidas a grupos estrangeiros. O principal caso de sucateamento foi o da Vale do Rio Doce, sucateada de todas as formas, até o governo vende-la sob o argumento de que ela só dava prejuízos. Mais incrível foi que um ano depois da privatização a Vale do Rio Doce bateu recordes de produção e exportação. Mostrando a incapacidade administrativa do governo tucano com as grandes estatais brasileiras. Coisa me faz temer uma possível privatização da Petrobras e do pré-sal num possível governo de José Serra. Enquanto do lado petista temo a continuação do aparelhamento político das principais estatais brasileiras, como tem ocorrido com a Petrobras.

Ciente dos fatos aqui citado e de muitos outros envolvendo os dois candidatos, chego à última semana eleitoral deste ano, com o mesmo pensamento que vaga na cabeça de muitos brasileiros. Em quem votar? Eis a questão? A única certeza que tenho, é que assim como não existirá outro Tancredo Neves, nunca existirá outro Luiz Inácio Lula da Silva e nem ninguém que o substitua. Sendo assim, torço para que em 2014, tenhamos o prazer de votar mais uma vez no homem que mudou a cara do nosso país, de votar de novo em Lula, o filho do Brasil.

Artigo publicado na coluna Ponto de Vista, do jornalista André Damasceno. Para ler este e outros artigos acesse: www.camacaridiario.com/colunas

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*