Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
10 de novembro de 2010 21:42

Produção industrial cresce 10,9% em 2010

A informa

Por Editor

Mesmo apresentando uma leve retração de 0,5% no mês de setembro passado, na comparação com agosto, a produção industrial da Bahia (de transformação e extrativa mineral) apresentou um incremento de 10,9% no acumulado de 2010.

A informação foi obtida da Pesquisa Industrial Mensal (PIM), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e analisada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan). Em relação a setembro de 2009, a indústria baiana também decresceu 0,5%.

O setor industrial de Alimentos e bebidas apresentou crescimento (7,6%), seguido de Borracha e plástico (1,6%) e Produtos químicos (0,9%). De acordo com análise da Coordenação de Acompanhamento Conjuntural da SEI, no mês de setembro aconteceu a greve dos metalúrgicos da Bahia que impactou, principalmente, a indústria de automóveis e a metalurgia básica.

Na comparação entre setembro de 2010 e o mês imediatamente anterior, pode-se verificar que os segmentos que mais contribuíram para a queda de 0,5% foram: Automotores (-43,9%), Metalurgia básica (-12,7%) e Refino de petróleo e produção de álcool (-4,7%).

De acordo com a pesquisa, apenas três segmentos registraram variações negativas, quando comparado o mês de setembro de 2010 com o mesmo período de 2009. A maior contribuição negativa veio de Papel e celulose (-14,5%), seguida por Veículos automotores (-51,5%) e Metalurgia básica (-4,3%). Por outro lado, os segmentos de Alimentos e bebidas (10,7%) e indústria extrativa (9,6%) contribuíram para a elevação do índice. A principal motivo da queda da produção do segmento de Papel e celulose deve-se à parada programada da indústria Suzano, localizada em Mucuri.

Na comparação entre o terceiro trimestre de 2010 e o mesmo período de 2009, todos os segmentos da industria de transformação e extrativa mineral apresentaram crescimento significativos, exceto o setor de Produtos Químicos que teve uma retração de -1,5%. A Pesquisa Industrial Mensal revela que a indústria baiana assinalou o quarto trimestre consecutivo de crescimento. No entanto houve redução de crescimento na passagem entre o segundo trimestre (13,9%) e o terceiro (5,8%).

No acumulado de 2010 (janeiro a setembro), em relação ao mesmo período de 2009, a taxa da produção industrial baiana acumulou acréscimo de 10,9%. Refino de petróleo e produção de álcool (30,8%), metalurgia básica (13,6%), alimentos e bebidas (7,5%) e produtos químicos (3,1%) foram os segmentos que mais contribuíram para o resultado positivo no período.

Já no acumulado dos últimos 12 meses, a taxa da produção industrial baiana (10,3%) foi superior à observada em agosto da ordem de 9,8%. As contribuições positivas vieram dos segmentos de refino de petróleo (22,5%), produtos químicos (8,5%) e alimentos e bebidas (5,8%).

Fonte: Agecom-BA

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*