Camaçari Diário - Conteúdo interativo de notícias, vídeos, esportes, lazer, blogs e jornalismo
21 de junho de 2014 10:17

Sediar a Copa impulsiona o turismo, diz estudo

Em 1994, a África do Sul recebia apenas 3,6 milhões de visitantes estrangeiros. Em 2012, este número mais do que triplicou

Por Redação

A visibilidade gerada pela Copa do Mundo impulsiona o turismo internacional e seus efeitos podem ser observados, a longo prazo, especialmente no país que sediou o torneio, revela um levantamento feito pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC).

Prova disso é o ritmo atual de crescimento do setor na África do Sul. Quatro anos depois de receber o Mundial, o país continua comemorando o aumento do número de visitantes. Em 1994, a África do Sul recebia apenas 3,6 milhões de turistas, de acordo com o Ministério de Turismo e Imigração da África do Sul. Em 2012, foram 13,5 milhões. No ano da Copa (2010), o setor acrescentou US$ 8,4 bilhões ao PIB. No ano seguinte ao Mundial (2011) foram US$ 11,4 bilhões, segundo o Conselho Mundial de Viagens e Turismo. Apenas durante os 30 dias do Mundial, o número de turistas aumentou em 42,7%.

A Copa no Brasil deve acrescentar R$ 9,7 bilhões do PIB e movimentar R$ 20,7 bilhões no país, de acordo com estudo do Ministério do Turismo. Os números foram projetados tendo como base os 600 mil estrangeiros e 3,1 milhões de brasileiros que estarão em viagem pelo país durante o Mundial.

A atração que o país passa a ter e o consequente acréscimo de turistas se explicam pela superexposição do país ao sediar o torneio. O evento no Brasil está sendo acompanhado por metade dos habitantes da Terra – cerca de 3,6 bilhões de pessoas, seja pela TV, pelo celular ou por outro dispositivo móvel que receba sinais de televisão, segundo o Ministério do Turismo.

O número é recorde para o evento esportivo de maior audiência do mundo. “O Mundial de futebol é um evento de grande visibilidade, com capacidade de gerar um ciclo virtuoso para o setor”, disse o ministro do Turismo, Vinicius Lages.

Os comentários para este conteúdo estão encerrados.